O Relatório do Ministro Geral

Publicado em 28-08-2018

Roma, 28 de agosto - O dia foi dedicado ao Relatório do Ministro Geral, no qual ele apresentou aos frades Capitulares o estado atual da Ordem: uma espécie de afresco, onde cada pincelada concorre para a beleza e completa a pintura. O Ministro Geral apresentou seu Relatório falando mais com os braços e acompanhando seu discurso com a ajuda de imagens em Powerpoint.
O Relatório tem doze pontos, mais a conclusão. Aqui nos limitamos a uma informação sucinta e a chamar atenção para os pontos principais. No n° 3 ele traçou um quadro da vida da Ordem com relação ao VIII CPO, de 2015, cujo tema foi “A Graça de trabalhar”. O Ministro Geral observou que “a busca da união com Deus é o primeiro trabalho dos frades”, e, portanto, convidou a todos a interrogarem-se sobre “o primado da vida de oração na vida dos frades”. Continuando o tema, ele recordou que os frades devem trabalhar unidos em espírito de minoridade e de serviço a todos.


Em seguida Frei Mauro Jöhri falou das mudanças e do desenvolvimento da Ordem nos últimos seis anos, dando dados estatísticos e fazendo uma leitura deles. No final de 2017 a Ordem tinha 10.127 frades, tendo havido uma diminuição de 237 frades em relação a seis anos, pois em dezembro de 2011 eram 10.364. Essa diminuição dos frades tem diversas causas: óbitos, desistências, ida ao clero diocesano, demissões, etc. Interessante é que apesar disso, há um número elevado de frades em formação, sobretudo na Ásia (+381) e na África (+138), onde está o futuro da Ordem. A situação dos países da Europa Oriental é estável (+32). Nas Américas há uma diminuição, e, sobretudo, na Europa Ocidental. Em síntese, hoje, os capuchinhos italianos são o grupo mais numeroso com 1855 frades, seguido do grupo indiano com 1792.
A Ordem tem numerosos bispos em todo o mundo. Neste sexênio quinze frades foram nomeados bispos, em todos os continentes. Dezessete se aposentaram pelo limite de idade e doze deles faleceram.
Nos últimos seis anos alguns confrades foram beatificados ou canonizados. Citamos: Beato Tomás de Olera (2013), Beatos Andrea Palazuelo e 32 companheiros mártires (2013), Beatos Federico de Berga e 36 companheiros mártires (2015), Beato Arsênio de Trigolo (2017), Santa Ângelo de Acri (2017) e Beato Solano Casey (2017).
Em seu amplo Relatório, Frei Mauro Jöhri apresentou muitos outros pontos: o governo e a animação da Ordem; a Cúria Geral; as Instituições Culturais da Ordem; as Casas dependentes do Ministro Geral e por fim o caminho da Família Franciscana.

Galeria de Fotos:
Relatório do Ministro Geral
Oração das vésperas

Vídeo:
Relatório do Ministro Geral

20180828 RELAZIONE M GENERALE2

20180828 RELAZIONE M GENERALE3

20180828 RELAZIONE M GENERALE4

20180828 RELAZIONE M GENERALE6

20180828 RELAZIONE M GENERALE7

20180828 RELAZIONE M GENERALE8